25/08/2021 às 15:22 Newborn

Os reflexos do recém-nascido

254
3min de leitura

Em se tratando de movimentos, um recém-nascido é, basicamente, reflexo. Como ele ainda não tem coordenação motora para fazer movimentos propositais, praticamente tudo o que o bebê nessa fase faz é resultado de reflexos. Até mesmo os lindos sorrisos dessa fase são reflexos.

Dentre os reflexos que o recém-nascido apresenta, alguns deles são importantes para o ensaio newborn, Conhecer, entender e, principalmente, saber lidar com esses reflexos e, algumas vezes, evita-los, outras, estimulá-los, torna o ensaio mais proveitoso e seguro. 

Basicamente, existem 7 reflexos que devem ser conhecidos e que ajudam bastante na condução do ensaio newborn. São eles: 

Reflexo de Moro: sabe quando o bebê parece que levou um susto, abrindo braços, esticando pernas e jogando a cabeça para trás e, em seguida, se encolhe? Esse é o reflexo de Moro. Ele é desencadeado quando o bebê se sente inseguro (por exemplo, quando fica muito “solto”, com bracinhos sem contenção, ou quando é repentinamente retirado do colo ou colocado no berço). Fotógrafos devem ficar atentos com esse reflexo, que pode levar o bebê a se movimentar bruscamente, colocando-se em risco. 

Reflexo de Galant: ocorre quando o bebê é tocado nas costas, de forma leve, e direciona o tronco e o quadril para o lado em que foi tocado. O fotógrafo deve ter cuidado para não ativar esse reflexo quando estiver posicionando o bebê, ou poderá perder a pose. Da mesma forma, quando ativado esse reflexo, o bebê pode se movimentar e se colocar em risco, caso esteja desassistido. 

Reflexo de preensão plantar: ele que faz o bebe encolher os dedinhos do pé, “agarrando” com os pezinhos o que estiver tocando, como coraçõezinhos para as fotos. Esse é um dos reflexos que podem ser estimulados pelo fotógrafo no momento do click. 

Reflexo cutâneo plantar: ao estimular a lateral externa do pezinho do bebê, ele abre os dedinhos. 

Reflexo de preensão palmar: da mesma forma que ocorre com os dedinhos dos pés, os dedinhos das mãos também se fecham quando a palma da mão é tocada (especificamente nos montes logos abaixo dos dedos), Ao contrário do reflexo que ocorre nos pezinhos, esse reflexo pode atrapalhar a vida do fotógrafo, que por vezes custa a abrir a mãozinha do bebê para uma pose. O ideal é não deixar que o polegar do bebê fique fechado, estimulando o reflexo. Também é necessário muito cuidado na hora de abrir os dedinhos delicados do bebê.

Reflexo de busca: ocorre algo toca a face do bebê ao redor da boca. Ele voltará a boca para o lado em que foi tocado, buscando o objeto.

Reflexo de sucção: é desencadeado pelo estímulo dos lábios do bebê. Quando estimulado, o bebê inicia a sucção. O reflexo de sucção do bebê também é importante na hora do ensaio. Um bebê com o reflexo de sucção latente pode ser acalmado com a amamentação ou com o uso de chupeta, por exemplo (desde que a mãe permita, é claro). 

É importante dizer que alguns bebês têm um ou outro reflexo mais evidente que outros. Por isso, o fotógrafo deve ter conhecimento e observar o bebê, para conduzir o ensaio de forma mais assertiva.

Esses reflexos dos recém-nascidos são primitivos e desaparecem no decorrer dos meses. Porém, são essenciais para a sobrevivência do bebê nos primeiros meses de vida. A mãe natureza é realmente sábia, não?

25 Ago 2021

Os reflexos do recém-nascido

Comentar
Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Copiar URL

Quem viu também curtiu

25 de Ago de 2021

A importância dos protocolos de higiene para o ensaio newborn

25 de Ago de 2021

Quem manda no ensaio newborn?

25 de Ago de 2021

O ambiente ideal para o ensaio newborn

Logo do Whatsapp